19/05/09

Já lá vão dez anos!



Pois é, já lá vão dez anos! Ainda o digo com pompa porque só há pouco tempo me apercebi que o tenho dito mais vezes. Nas Caldas da Rainha, andava no segundo ano do curso de Artes Plásticas e morava com uns mafarricos bestiais, numa casa a que todos chamavam a Cova da Onça, onde do tecto de madeira caía um pó dourado cada vez que o autocarro passava lá fora. Coloco aqui esta imagem porque há tempos um amigo me dizia que não me conhecia pinturas propriamente ditas. Esta imagem é a digitalização da fotocópia da fotografia da pintura. Lembro-me destes dias como aqueles em que íamos para a escola ou para o café (era indiferente) com a cara por lavar e as promessas debaixo do braço ou dentro de um bornal e a pensar "Hoje é que vai ser!". Há muitas histórias desse tempo. As Caldas da Rainha foram também um lugar muito propenso a histórias nesse tempo. Para muita gente ao mesmo tempo aqueles dias tinham muito de novo - independência dos pais, viver ao sabor dos caprichos e estar rodeado de quem gosta do mesmo. Como cidade pequena, a sociabilidade era maior. Muitas histórias mesmo, imagine-se. A pintura acabei-a numa directa, e embrulhei-a para ir para uma Bienal de Cerveira logo de manhã, e fiquei a rezar para que aquilo não se tornasse abstracto na viagem país acima. Valeu o esforço, porque nesse ano ficámos eu e o Paulo Barros, com direito a convite para a inauguração e um catálogo que ainda hoje guardo religiosamente no caixote das primeiras mudanças. A criança na pintura é o meu irmão Francisco que tinha na altura 6 ou 7 anos. Daqui por ano e pouco será a vez dele, de viver a folia da independência. Lembro muitas coisas boas desse tempo. Lembro-me dele como a digitalização da fotocópia da fotografia de uma pintura.

6 comentários:

alexandre madureira disse...

Aiaiai saudades desses nossos tempos, dessa nossa geração...um dia será editado um livro com todas as nossas aventuras...hehehe

Bingo!

Sim Daniel, sou um grande sacana ;)

Grande abraço!

onírica disse...

:-)
De mãos dadas, agasalho e protejo, estas boas memórias no meu repositório de eleição

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
Que bom foi a desmedida chuva de estrelas douradas, que nos aprovava a pintura de eruditos sonhos, sempre...
* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
grande abraço!!!

dutilleul disse...

a fotografia original tenho-a eu...

Jorge Rocha disse...

Que belos tempos de Cova.
Abc
JORge

Cavalo de pau disse...

Já não sabia em que ponto cardeal te iria encontrar...e passando pelo blog do Sr."Speedado" descobri que Khalinomicönee está mesmo aqui!...sobre a pintura recordo-a até hoje, e sempre associada a uma época inesquecível e inapagável entre os habitantes daquele tempo.
Ontem lembrei-me do Toní.Estive com ele há alguns meses a beber um café junto ao mar...hoje encontro o teu mundo inimaginável e fico feliz por saber que estas aqui.
Deixo te um abraço vestido com uma T-shirt branca...
...de um amigo até já!

Miss Lili disse...

Oh Dany, isto fez me lembrar dos dias q passei contigo, obrigado...ajudaste me a crescer.
beijinhos!